Como lavar a roupa com sucesso

Organize o processo de lavagem da sua roupa e poupe tempo, dinheiro e a vida útil da sua maquina de lavar roupa e dos seus tecidos.

Dicas para a lavagem da roupa


Na hora de lavar a roupa tenha sempre atenção às etiquetas. Separe sempre a roupa por tonalidades e use detergente adequado às suas cores.. Este ultimo processo vai-lhe evitar desagradáveis surpresas com roupa tingida.

Não ultrapasse as doses de detergente e de amaciador recomendadas. O seu excesso pode provocar manchas, desbotamento e perda de poder de absorção por parte dos panos de cozinha ou toalhas de banho.

Cuidado com o tempo que deixa a sua roupa de molho. Quando exagerado pode levar à perda da cor e do brilho.Para fixar as cores na roupa de cor forte ou nas peças de cores contrastantes é recomendado acrescentar sal na  ultima água de enxague.

Não ultrapasse os 60º nas lavagens. Quanto menos temperatura empregar mais os tecidos  e as cores duraram.

Os jeans têm uma descoloração natural, pelo que deve ser lavados em separado ou com peças da mesma tonalidade. Devem sempre ser lavados do lado do avesso do lado do avesso e postos a secar à sombra. Caso os jeans possuam etiquetas de pele, não ultrapasse os 40º, pelo riso de desbotarem e encolherem.

Não abuse da lixívia. Com o tempo esta tende a enfraquecer as fibras e amarelece-las. Não a use em tecidos de poliamida (nylon). Opte por branqueadores são menos prejudiciais para os tecidos.
Se optar pelo uso da lixívia, use-a a frio no máximo de uma hora.

Lave as roupas mais delicadas dentro de redes protectoras apropriadas ou dentro de uma simples fronha de almofada.

As peças com forro ou com entre-tela devem ser lavadas a seco, para não encolherem.

Carga da maquina de lavar roupa


Lembre-se, sobrecarregar a sua maquina de roupa, vai aumentar um maior atrito entre as peças de roupa e provocar um maior desgaste e desbotamento.

Não coloque as peças dobradas dentro da máquina. Os vincos das dobras sofrem um maior atrito e vão sofrer um maior desgasto e desbotamento em relação ao resto da peça de roupa.

Não junte peças de poliéster com peças de algodão. O atrito provocado entre este estes tipos de tecido, vai provocar a formação de borbotos.

Secagem da roupa


Após a lavagem meta logo a roupa a secar. Manter a roupa húmida em espera, pode provocar manchas, maus cheiros e levar a vincos difíceis de eliminar.

Sempre que possível seque a sua roupa à sombra. O sol acelera o desbotamento  das cores, principalmente em peças húmidas.
Cuidado com o secadore de roupa, para além de consumir muita energia tende a encolher algumas peças de roupa. Para facilitara secagem em tempo húmido passe a roupa na recta final de secagem pela secadora para retirar o resto da humidade só por alguns minutos.

Tipos de tecidos e cuidados


Toalhas de banho e panos de cozinha. Estas peças são constituídas por tecidos felpudos com capacidade de absorção. Não deve exagerar no detergente e principalmente no amaciador, estes tendem a reduzir a sua capacidade de absorção.
Para tolhas mais limpas, coloque uma colher de sopa de bicarbonato de sódio no ultimo enxague de água.
Não lave estes artigos acima dos 60º, a temperatura alta prejudica os tecidos felpudos.
Não amonto toalhas húmidas no cesto da roupa suja. Mantenha-as abertas para evitar a proliferação de bactérias, fungos e maus cheiros. Na hora de secar, evite secá-los ao sol e não os passe a ferro.

Algodão. Por norma as peças de algodão são mais macias, resistentes, duráveis, mais fáceis de lavar e passar a ferro.

Sedas. Não lave estes tecidos na máquina de lavar roupa, nem seque na secadora de roupa. Algumas peças de seda podem ser lavadas em água e sabão neutro, outras só a seco. Nunca friccione estes tecidos para retirar nódoas, nem coloque de molho. Após a lavagem envolva a peça numa toalha de banho, para retirar a água. Passe a ferro sempre do lado do do avesso e com o tecido ainda ligeiramente húmido.

Poliéster. O maior contra destes tecidos é o facto de não aguentarem temperaturas altas. São por norma materiais resistentes e podem ir à maquina de lavar.

Licra e nylon, são tecidos sintéticos que podem ser lavados à maquina, mas não devem ser submetidos ao calor da maquina ou do ferro de passar.

Lã natural. Não deve ser lavada à maquina. A lã de ovelha é tão sensível que pode reduzir até 3 números. Ao secar nunca a pendure pelas pontas, porque ai o processo poderá ser inverso, a peça poderá aumentar de tamanho.

Couro. Este tipo de material não deve ser lavado em casa porque mancha facilmente. O ideal é mandar limpar a seco na lavandaria.

Faça o seu proprio pão


Uma família de 4 pessoas se aos invés de comprar o pão, se decidir fazê-lo, poderá conseguir uma poupança de 500€ ao longo de um ano.
Trata-se de uma poupança muito significativa. Se fizer contas e pensar em investir numa máquina de fazer pão, chegará à conclusão que ao fim do ano ainda sobram 450€.
Mas eu fico-me pela forma mais tradicional, amasso o pão à mão e cozo-os no forno.
Esta receita que aqui deixo rende-me 2 pães grandes se pretender enriquecer o seu pão, poderá acrescentar-lhe algumas sementes que a saúde agradece.

Ingredientes:

500 gr de farinha de trigo
300 ml de água tépida
1/2 cubo de fermento biológico ( 15 gr )
Sal qb

Preparação do pão caseiro 


Dissolva o fermento na água tépida e reserve.
Coloque todos os ingredientes sólidos numa taça.
Acrescente a água tépida com o fermento e o sal grosso aos ingredientes secos.
Envolva e mexa todos os ingredientes até obter um aspecto homogéneo.
Se necessário junte mais água, já que esta varia dependendo do tipo de farinha.
Bata a massa por alguns minutos e deixe repousar até esta dobrar o volume.
Retire a quantidade de massa pretendida e modele o pão.
Deixe o repousar por mais 30 minutos e leve a forno pré aquecido. O pão leva uma média de 30 a 40 minutos para ficar cozido.